• Núcleo Capelinha – PERT
  • Núcleo Capelinha – PERT
  • Núcleo Capelinha – PERT
  • Núcleo Capelinha – PERT
  • Núcleo Capelinha – PERT

Núcleo Capelinha – PERT

Núcleo Capelinha, Parque Estadual do Rio Turvo (PERT), Cajati – SP


IMG_1031

O post do meu roteiro de viagem dessa semana é num parque vizinho e foi na companhia da Vanessa Petar.

O Núcleo Capelinha, no Parque Estadual do Rio Turvo (PERT), fica localizado em Cajati – SP, no Vale do Ribeira. É uma Unidade de Conservação criada à partir da fragmentação do Parque Estadual de Jacupiranga, onde se criou um mosaico de Unidades de Conservação na mesma região, o Mosaico de Jacupiranga, com 14 novos parques.


Eu, mesmo morando no Vale do Ribeira e há muito tempo tendo sido convidado por três monitores ambientais que trabalham no parque à ir visita-lo ainda não tinha tido uma oportunidade. Pela facilidade de acesso e proximidade fiquei sempre naquela ‘qualquer hora eu vou’. E fui. Escolhi uma segunda-feira e resolvi passar à tarde na “Capelinha”.

Confesso que além de poder rever os meus amigos que vivem lá, pois foram monitores formados num curso onde eu trabalhei e auxiliei na coordenação, eu fui atraído para conhecer o museu com o fóssil do ‘homem’ mais antigo das américas, o Luzio, encontrado em 1999 por pesquisadores. Isso mesmo, é o homem mais antigo, com cerca de 10 mil anos. Perde apenas para a Luzia, encontrada em Minas Gerais e considerada a ‘mulher’ mais antiga das américas com 11 mil anos.

Confundi?! Claro que não. A Luiza continuará como o fóssil do homem mais antigo e o fóssil do Luzio também não está mais lá.

Por pretender passarmos uma tarde no núcleo não nos preparamos para fazer trilhas e levamos apenas algumas frutas para comer. Sequer pesquisei na internet mais detalhes sobre do destino. Queria chegar lá, conhecer a estrutura, o museu e retornar para casa. Praticamente uma visita técnica. Sabia apenas que o parque estaria aberto de segunda à domingo, das 8hs às 17hs.

Horário de Funcionamento

Horário de Funcionamento – das 8hs às 17hs

O acesso é pela BR 116, sentido Curitiba. Há sinalização na rodovia e isso facilitou bastante. Saindo da BR a estrada é de terra até o núcleo. Cerca de 2,5km. Mas muito boa e atraente. O tempo todo pela mata ou passando em frente de alguns sítios.

Placa na indicando a entrada do PERT na BR 116

Placa indicando a entrada do PERT na BR 116

Logo na portaria é preciso identificar-se. Diga-se de passagem é uma bela portaria e algo raro: não é cobrado ingresso.

IMG_1045

Portaria do PERT – Capelinha

Os guardas que me atenderam foram extremamente atenciosos e pró ativos. Indicaram o estacionamento e o início da trilha autoguiada que levaria à Cachoeira do Lamarca, à recepção e ao Centro de Exposição Temático (CET), que até então eu chamava de museu.

IMG_1041

Cachoeira do Lamarca – base

A trilha toda ou o percurso não é mais do que 1,2 km. Mas saímos da base, do estacionamento e subimos um desnível de aproximadamente 75m. Resumindo, é íngreme, porém fácil com escadas e corrimões. Mas folego faltou foi ao deparar com a Cachoeira do Lamarca. É maravilhosa. Para completar foram construídos alguns mirantes durante a trilha de subida e com isso você observa a cachoeira de baixo, do meio e de cima.

Cachoeira do Lamarca

Cachoeira do Lamarca

É permitido nadar apenas no lago inferior, da base da cachoeira. Depois não pode e placas sinalizam o risco o tempo todo. Esse foi mais um dos pontos positivos do parque: há sinalização por todo canto.

Informes e sinalização

Informes e sinalização

A estrutura do Centro de Visitantes e Recepção também é muito bacana.

Centro e Recepção dos Visitantes

Centro e Recepção dos Visitantes

Agora o Centro de Exposição Temática é incrível. Fiquei frustrado apenas por não ter encontrado o fóssil do Luzio. Ele foi transferido para o Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE) da USP em 2000. Mas ele está lá representado num painel refletivo muito bonito.

Luzio

Luzio – Capelinha – Registro do homem de 11 mil anos encontrado na região

A região também se destaca pela grande quantidade de Sambaquis (material formado de conchas característicos da antiga população do litoral). Historiadores afirmam que o local onde Luzio foi encontrado pode ter sido um cemitério, onde os corpos eram cobertos por uma grande camada de conchas, formando os Sambaquis, atingindo entre 80 centímetros a 1 metro.

Sambaqui - PERT

Sambaqui – PERT

Diversos temas são tratados e expostos no CET: fauna, flora, formação de cavernas, história do Lamarca e muito mais.

Centro de Exposição Temático - CET

Centro de Exposição Temático – CET

Centro de Exposição Temático - CET

Lamarca – Centro de Exposição Temático – CET

Inclusive descobri lá que o revolucionário Capitão Carlos Lamarca e seus 16 guerrilheiros em 1969 utilizaram uma das cavernas do parque, a Caverna da Capelinha, para se abrigar durante sua fuga da perseguição da ditadura brasileira. Não é a toa que alguns dos principais atrativos do núcleo chamam-se Cachoeira e Trilha do Lamarca.

Busto do Lamarca no Centro de Exposição Temático - CET

Busto do Lamarca no Centro de Exposição Temático – CET

É um dos parques mais bem cuidados e agradáveis que pude visitar no Vale do Ribeira. Também é administrado pela Fundação Florestal –SMA. Seguranças na portaria, monitores ambientais e demais colaboradores. Em todo momento via algum funcionário trabalhando na manutenção.

Área de Lazer do PERT

Área de Lazer do PERT

Como a área era uma antiga fazenda de um espanhol que viveu na região o parque  teve que implantar um projeto de recuperação das árvores nativas. O resultado tem sido muito bom.

Está indo para Curitiba ou Floripa?! Saia da rota por umas 2 horas e vá conhecer o Núcleo da Capelinha. Recomendo também para portadores de mobilidade reduzida e melhor idade. Dá para chegar no mirante do topo da cachoeira tranquilamente.

Terminando, lá eu revi as minhas amigas Elaine e Mailsa. Faltou apenas rever o Samuel que estava de folga. Todos se formaram como monitores ambientais no curso oferecido pela Reserva da Biosfera e Fundação Florestal e hoje, mais pela dedicação dos mesmos, trabalham no parque. Que orgulho.

Bom, podem ter certeza que voltarei ao parque e postarei informações dos outros atrativos e roteiros. Em breve a Caverna da Capelinha abrirá para visitação. Se tiver fila de espera já estou nela. A curiosidade é grande.

IMG_0827

Ponte – acesso ao PERT – Capelinha

IMG_0830

Sinalização no caminho de acesso ao parque

IMG_0881

Vanessa Petar observando a Cachoeira do Lamarca do mirante principal

 

IMG_0923

“Capelinha” do antigo morador da área do parque.

Cachoeira do Lamarca. Observem a Vanessa Petar no mirante, na parte superior da cachoeira.

Cachoeira do Lamarca. Observem a Vanessa Petar no mirante, na parte superior da cachoeira.

IMG_1036

Eu, Junior Petar, fotografando em alguns dos mirantes.

IMG_1049

Retorno, na estrada que dá acesso ao PERT – Capelinha.

Mais informações sobre o PERT:

Dias e horário de funcionamento: de segunda-feira à domingo, das 8hs às 17hs.

Recomendo sempre que ligue antes no parque se o seu interesse for apenas de visita-lo:  (13) 3821-1480 ou (13) 3821-5030 ou (13) 3855-7137

Endereço oficial:Rodovia Régis Bittencourt, km 511/Sul B° Capelinha, Cajati – SP

Quer saber mais?! Acesse o o portal oficial: http://fflorestal.sp.gov.br/2012/11/27/parque-estadual-rio-turvo-inaugura-centro-de-exposicoes-tematico-no-nucleo-capelinha/

Curtam o post e também a nossa página. Servirá de incentivo para novas postagens.

Abraços e até mais.

Relacionados